23 de fev de 2013

... ♥ ...

"Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo. Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso. Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes. Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito. Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria. Tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz."

10 de ago de 2011

Virando a página


Virar uma página em nossa vida, nem sempre é algo fácil de fazer. Muitas vezes é doloroso, nos faz ver e entender que as situações mudam e precisamos romper com tais mudanças, nos adaptando ao novo mesmo que ainda existam vestígios em nós, de páginas passadas.
Esses vestígios podem deixar algumas marcas, que embora alegres ou tristes não podem ter o poder de nos parar. Pois, o romper é sempre preciso.
Expressar através das linhas nossos sentimentos mais profundos, nem sempre é possível. Existem sentimentos que não se podem expressar com palavras, apenas podem ser sentidos.
Por não conhecer o nosso coração, criam-se rótulos, jugos, críticas destrutivas por alguns leitores que friamente, analisam nossa obra literária.
Mas, o que verdadeiramente importa, é estar bem consigo mesmo independente das críticas para compor a cada dia, a nossa história.
Importante, é ter convicção do que somos e sermos bons no que somos convictos.
Pois o dom de sermos felizes, é gerado dentro de cada um de nós.
Liliane Xavier
10/08/2011

30 de nov de 2010

Enfrentando um dia mal


Quando olhamos um dia nublado, vemos nuvens escuras, carregadas que impossibilitam o sol de refletir sua luz, seu calor. Mas contudo, a luz e o calor do sol não deixam de existir, estão sempre lá.

Da mesma maneira, podemos olhar a nossa vida espiritual.

Para todos que conhecem a Cristo, que vive uma experiência com Deus, tem dentro de si a alegria, a paz e o poder sobre todas as coisas dada por Ele. E ao vivermos dias turbulentos com densas tribulações, aparentemente oculta-se o que foi posto dentro de nós. Mas, existe uma paz no interior de quem conhece a Cristo, que resiste a mais terrível tempestade.

E como é bom conhecer e viver essa paz!

Manter-se calmo e paciente em meio às dificuldades, é um ensinamento da palavra (Romanos 12:12). Obedecer esse mandamento nos ajuda a resolver qualquer situação de forma racional, inteligente e precisa. Ao desesperar-se, manter-se ansioso ou impaciente diante as dificuldades, nos faz tomarmos decisões inesperadas, precipitadas que certamente nos trarão malefícios.

A palavra nos diz no evangelho de Mateus 11:12, que o reino de Deus é tomado a força. Analisando atentamente, isso nos ensina a entender que é exatamente em situações difíceis que precisamos manifestar essa força. Porque quando esta tudo bem, não precisamos de força.

Pessoas fracas jamais conseguirão conquistar o reino de Deus, porque desistem, desanimam, baixam suas cabeças diante aos obstáculos que a vida lhes impõe. Mas os fortes não, eles acreditam, lutam, perseveram, porque entende que é assim que se alcança vitória. Compreende que os dias maus sempre nos alcançarão, mas manter-se firme, faz a diferença entre um campeão e um perdedor.

Devemos pois, manter uma postura espiritualmente correta, perseverando, lutando e acima de tudo, crendo que somos maiores e melhores do que qualquer problema, porque o Deus soberano, o Deus todo poderoso está sempre nos dando a condição de superar todas essas coisas.

Mas, para conseguir vencer as batalhas, é preciso estar preparado para enfrenta-las. Essa preparação consiste em manter uma comunhão diária com Deus, através do jejum, da oração e meditação na palavra independente de qualquer situação. Agindo assim, estaremos alimentando nosso espírito, deixando-o forte e preparado para enfrentar os dias maus.

Ao permitir que a comodidade espiritual ocupe um lugar maior em nossas vidas, nos tornamos fracos, incapazes de resistir tentações, ou dificuldades que nos vierem.

Quando os nossos dias estiverem nublados, difíceis, precisamos trazer em nossa memória as promessas que o Senhor nos fez e olhar esses momentos compreendendo que eles servirão para nossas vidas como um treinamento.

Um soldado passa por diversas provas de esforço físico e mental para conseguir estar apto para exercer a sua função e ser aprovado pelo exército. Durante esse treinamento, ele sofre, esforça, sente dores, levando muitos a desistirem dos seus objetivos. Mas os que resistem perseverando, são recompensados com a glória da aprovação, fazendo valer todo aquele sacrifício.

E é sempre assim. Quando conseguimos através da nossa fé, superar os dias maus, crendo no cuidado e na provisão do Senhor, somos contemplados com Sua fidelidade, com Sua graça, com a vida eterna que Ele tem para nos dar. Porque o que Ele preparou para nós, a mente humana jamais conseguirá pensar ou imaginar.

Porque se crermos verdadeiramente, veremos a glória do Senhor!


Liliane Xavier

02/12/2010



2 de fev de 2010

Decidindo Acertar

Inevitavelmente ao longo de nossas vidas, nos deparamos com uma variação muito grande de caminhos, escolhas e direções a serem tomadas. O que consiste na plenitude de uma vida é exatamente a sabedoria para escolhermos qual decisão nos convêm ou qual nos aproximará do propósito de Deus em nossas vidas. Aliás, se em cada decisão a ser tomada, perguntássemos isso a nós mesmos, as escolhas e acertos certamente seriam mais precisos.

Isso me aproximará ou distanciará do propósito de Deus para minha vida?”
Essa é exatamente a pergunta que deveríamos fazer a cada decisão a ser tomada.
Quando optamos em fazer algo com o objetivo de satisfazer apenas nossas vontades ou nossos desejos pessoais, é o mesmo que ignorar todo sacrifício, todo sofrimento, todo sangue vertido por Jesus na cruz. Ou então seria o mesmo que disséssemos:
Não foi o suficiente pra mim Jesus, precisava de algo mais sofredor para que você me convencesse”.

É triste e cruel quando deixamos de lado a vida que Deus planejou para nós, em troca de prazeres momentâneos.
Pouco se entende como alguém pode abrir mão de bênçãos por maldição. Pouco se entende como alguém pode ser conduzido por más influências ( influência de coisas ou de pessoas ) abrindo mão de todos os planos de Deus em sua vida.
Posso afirmar que nossa vida é composta pelo resultado das nossas escolhas. E uma escolha baseada em emoções certamente nos submete ao sofrimento e em muitas vezes ao arrependimento. Um risco muito grande que corremos, é perceber o nosso erro e não mais conseguir remediá-lo. Pois, alguns deles se tornam irreversíveis.


Em provérbios a palavra nos diz,
“Quem tem juízo, procura a sabedoria, Mas o tolo não

sabe o que quer.

O que hoje é verdadeiramente mais importante em nossas vidas?

Que possamos deixar a hipocrisia de lado ao respondermos essa pergunta. Estamos colocando Deus em primeiro lugar em nossas decisões, ou estamos nos importando simplesmente em nossas vontades? Estamos permitindo que Deus direcione nossa caminhada pela vida?


Bom mesmo é termos tempo para meditar sobre essas coisas, e enxergarmos isso como uma oportunidade que Deus nos dá a cada dia de revermos o modo em que estamos conduzindo nossas vidas.


Acredito que muitas pessoas não tiveram essa oportunidade, não se encontram mais em nosso meio. Sei que muitas delas se prepararam ao longo de suas vidas para enfrentar a morte, outras infelizmente, não.


Mas, e se morrêssemos hoje, estaríamos preparados através do que decidimos em nossas vidas para estar com Cristo? Seríamos dignos de estar na glória com Ele?
A cada dia que vivemos na terra é uma oportunidade dada por Deus de repensar sobre nossas escolhas ou corrigir as já decididas. Com um detalhe, corrigir as já decididas, é só para os corajosos, fortes e verdadeiramente humildes. Caso você seja uma pessoa dotada dessas qualidades e caso também prefere ser direcionado (a) por Deus, aproveite agora mesmo, pois esse é o tempo que Deus tem nos dado para recomeçar a nossa história do lugar onde paramos. O dia é hoje, e a hora é agora!!!
Deus abençõe você e que estejamos aptos a decidir em nossas vidas, o que contribui para o nosso crescimento espiritual.



Liliane Xavier 02/02/2010





7 de jan de 2010

Perseverança


Com efeito,tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa.Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.
(Hebreus 10: 36-39)


Perseverança, um Desafio

Quando falamos sobre “perseverança”, logo associamos ao fato de persistir em meio às pressões contrárias ou que, independente das dificuldades, conseguiremos romper.
O rompermos apenas, não é suficiente. Precisamos seguir com a certeza de que temos o domínio das situações e para isso, o que precisamos acima de tudo é CONHECIMENTO, FORÇA E FÉ.
A perseverança nos torna maiores, quando através dela, percebemos em nós, a capacidade de vencer os desafios. Desistir de correr a carreira, é entregar-se às situações opostas, admitindo que elas são maiores que nós ou que não somos capazes de vencê-las. E a expressão “NÃO SER CAPAZ”, tem um peso cruel aos nossos ouvidos, trazendo o desânimo, a tristeza, e nos fazendo sentir também conseqüentemente, fracassados.
O que faz tão difícil prosseguir um caminho, continuar a peleja ou lutar, sabendo que desde já, somos vencedores? O que nos leva a desistir muitas vezes de algo que sonhamos e que em muitas vezes faltaria tão pouco?
A perseverança nos faz conhecer níveis mais altos de bênçãos, de conhecimentos e conquistas no Reino de Deus. Sem ela se torna mais difícil, ou em alguns casos, impossível conseguir nossos objetivos. E somente com ela, teremos a tão esperada e desejada VITÓRIA.
Pensando sobre essas coisas, recentemente descobri que existe em nós, algo extraordinário, que administrado de uma maneira coerente, é capaz de nos impulsionar rumo ao alvo sem se incomodar com todas as adversidades: A CAPACIDADE DE SE AUTO AVALIAR.
Quando avaliamos nossas condições físicas, espirituais e emocionais, passamos a conhecer nossa verdadeira capacidade de resistir e podemos com isso, traçar estratégias para enfrentar cada uma das adversidades que nos vier. Basta apenas dedicarmos um tempo de nossas vidas e passar a se conhecer um pouco mais, e com isso reconhecer os nossos próprios limites. Quando não temos o conhecimento de quem verdadeiramente somos, ou o que verdadeiramente desejamos, podemos estar em meio a situações sem a menor condição de estar. Através desse conhecimento, estaremos aptos a enfrentar desafios, dificuldades com mais segurança e a certeza que existe em nós uma força extraordinária que nos impulsiona, quando pensamos não ter mais. Isso, é PERSEVERAR.
E a cada vitoria alcançada, adquirimos ainda mais o conhecimento, a força e o discernimento pra ser usado em novas circunstâncias. Porque é certo que as dificuldades sempre nos alcançarão. Mas importante mesmo, é ter conhecimento que em cada um de nós, existe a chave do saber, a força sobrenatural que vai além do que imaginamos ter. Através desse conhecimento, se torna menos provável que nos abateremos em meio às tempestades e também seremos impulsionados a persistir.
Quem realmente somos?
O que realmente desejamos?
Tendo o conhecimento dessas respostas, seria um ótimo começo para dar continuidade nas batalhas. Porque podemos sem elas, perseverar em algo que no fundo não queremos, ou que não precisamos. E acima de tudo, o mais importante é analisar se o que somos ou desejamos, condiz com a vontade de Deus para nossas vidas.
Que tenhamos verdadeiramente a sensibilidade no espírito de entender essa vontade e deixemos de lado o nosso EU. Porque a palavra nos ensina que existem caminhos que nos levam a crer que são as melhores escolhas, mas o fim deste não nos tornaria melhores ou não nos traria a satisfação desejada.

( Liliane Xavier 06/01/2010 )